Ainda Bem

Author: reano

13.01.2012

11:23
Por: Marisa Monte

Ainda bem
Que agora encontrei você
Eu realmente não sei
O que eu fiz pra merecer
Você

Porque ninguém
Dava nada por mim
Quem dava eu não tava a fim
Até desacreditei
De mim

O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão quem diria
Que ao meu lado você iria ficar

Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim

O meu coração já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão
Tinha sido maltratado
Tudo se transformou

Agora você chegou
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim

Ainda bem

O meu coração
Já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que ao meu lado
Você iria ficar

Você veio pra ficar
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar
Assim

O meu coração já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão
Tinha sido maltratado
Tudo se transformou

Agora você chegou
Você que me faz feliz
Você que me faz cantar assim

Ainda Bem...

I Can Change

Author: reano

31.10.2011

19:52

Por: LCD Soundsystem

Tell me a line make it easy for me
Open your arms
Dance with me until I feel all right
It’s good in the dark, good in the dark
But into the lover’s light
Here comes another fight

So ring the alarm, ring the alarm
Bar me and hold me and cling to my arm
Here it comes, here it comes

And what you’re asking me now, disastrous now
Hoping and hoping and hoping
The feeling goes away

Never change, never change, never change, never change
Never change, never change, never change
This is why I fell in love oooh

Never change, never change, never change, never change
Never change, never change, never change
That’s just too up there in love with
(in love…)

This is the time the very best time
So give me a line and take me home
Take me over

But dashing the hopes dashing the hopes
And smashing the pride
The morning’s got you on the ropes .. ooh

And love is a murderer, love is a murderer
But if she calls you tonight
Everything is all right
Yeah, we know
And love is a curse shoved in a hearse
Love is an open book to a verse of your bad poetry
And this is coming from me

But I can change, I can change, I can change, I can change
I can change, I can change, I can change
If it helps you fall in love
(fall in love)

Turn on the light make it easy for me
Fill the divide fumble in the kitchen
Til it’s right
What an awful sight

But there’s love in your eyes
Love in your eyes, love in your eyes
But maybe that’s just what your lover finds
All night!

But I can change, I can change, I can change, I can change
I can change, I can change, I can change
If it helps you fall in love
(fall in love)

Bushes

Author: reano

26.10.2011

21:37

Por: Markus Nikolai

In the bush… bush… bush… bushes in the park
in the bush… bush… bush… bush… bush…
in the bush… bushes in the park

if shampoo’s on your bread, then – ooh – you’ve got the head of a fool drop dead in -

if subway cars are full of hearts,
then someone’s probably in -

if the bushes in the park grown in the dark, then someone’s probably makin -

if a man with a knife is after his wife
then that may have to do with -

love is such an innocent word,
the largest understatement i’ve heard
almost anything we do – be it bad or good – we do to get love,
such an innocent world

if you’re singing in the rain,
then my! you’ve got the brain of a guy drop dead in -

if his sneaker toes smell like a rose,
then girl you really must be in -

if you say you love the soup when you actually want to puke, now isn’t that a sign of -

if a man wants the power to build the highest tower,
then that’s his substitute for -

no matter what we do, i’m telling you, all we really want is -

love is such an innocent word,
the largest understatement i’ve heard
almost anything we do – be it bad or good – we do to get love,
such an innocent world

Thank you, Steve

Author: reano

05.10.2011

23:07

If I Ever Feel Better

Author: reano

29.09.2011

20:14
Por: Phoenix
They say an end can be a start
Feels like I've been buried yet I'm still alive
It's like a bad day that never ends
I feel the chaos around me
A thing I don't try to deny 
I'd better learn to accept that 
There are things in my life that I can't control

They say love ain't nothing but a sore
I don't even know what love is
Too many tears have had to fall
Don't you know I'm so tired of it all
I have known terror dizzy spells
Finding out the secrets words won't tell
Whatever it is it can't be named
There's a part of my world that' s fading away

You know I don't want to be clever
To be brilliant or superior
True like ice, true like fire
Now I know that a breeze can blow me away
Now I know there's much more dignity
In defeat than in the brightest victory
I'm losing my balance on the tight rope
Tell me please, tell me please, tell me please...

If I ever feel better 
Remind me to spend some good time with you 
You can give me your number 
When it's all over I'll let you know

Hang on to the good days
I can lean on my friends
They help me going through hard times
But I'm feeding the enemy
I'm in league with the foe
Blame me for what's happening
I can't try, I can't try, I can't try...

No one knows the hard times I went through 
If happiness came I miss the call
The stormy days ain't over
I've tried and lost know I think that I pay the cost
Now I've watched all my castles fall
They were made of dust, after all
Someday all this mess will make me laugh 
I can't wait, I can't wait, I can't wait...

If I ever feel better
Remind me to spend some good time with you
You can give me your number
When it's all over I'll let you know
If I ever feel better
Remind me to spend some good time with you
You can give me your number
When it's all over I'll let you know

It's like somebody took my place
I ain't even playing my own game
The rules have changed well I didn't know
There are things in my life I can't control
I feel the chaos around me
A thing I don't try to deny
I'd better learn to accept that
There's a part of my life that will go away

Dark is the night, cold is the ground 
In the circular solitude of my heart 
As one who strives a hill to climb 
I am sure I'll come through I don't know how
They say an end can be a start
Feels like I've been buried yet I'm still alive

I'm losing my balance on the tight rope
Tell me please, tell me please, tell me please...

If I ever feel better
Remind me to spend some good time with you
You can give me your number
When it's all over I'll let you know

If I ever feel better
Remind me to spend some good time with you
You can give me your number
When it's all over I'll let you know

If I ever feel better
Remind me to spend some good time with you
You can give me your number
When it's all over I'll let you know

Ana Sekulic turns me on

Author: reano

21.09.2011

11:14

Apple school of business

Author: reano

26.08.2011

19:49

Por: Ricardo Cavallini, retirado daqui: http://www.coxacreme.com.br/2011/08/25/apple-school-of-business/

Sim, este é mais um texto sobre o Steve Jobs. Mas não vou falar do quanto ele mudou o mundo e todas as outras coisas que estão falando por ai. Também não vou falar o que ele representa pra mim.

Para mim, a frase que resume tudo é esta aqui:

Jobs’ resignation may not hurt the future of Apple. But it will certainly hurt the future. (@chaas)

Este é um texto sobre outro legado que o Jobs deixou que não vi ninguém comentar, pelo menos nas matérias e textos que eu li até agora.

Nos dias atuais, vivemos uma realidade onde o mundo corporativo investe na mediocridade. Um universo onde os grandes gurus vendem o corte de custos como solução de todos os problemas.

A cultura do curto prazo, dos produtos e serviços medíocres, do foco no próprio umbigo, e não o consumidor, de profissionais adestrados para não pensar, não ousar e não sair da curva.

E mais importante, uma cultura que menospreza o investimento em pesquisa e desenvolvimento e evita o risco a todo custo. Que não consegue rever o modelo de negócio e se reinventar, algo tão necessário atualmente.

Como é sabido, 80% da receita da Apple vem de iniciativas novas, com produtos e serviços que nem mesmo eram considerados da mesma indústria há 10 anos. A Apple se tornou uma empresa valiosa (a mais), lucrativa (e muito). Steve Jobs mostrou ao mundo que investir na inovação, no risco e no consumidor valem a pena, financeiramente falando.

É inegável que o Jobs mudou o mundo várias vezes para melhor e deixou um legado, a Apple que conhecemos hoje.

Mas se outras empresas compreenderem e aprenderem com o seu exemplo, o impacto no futuro não seria de uma empresa, mas de várias delas.

The Royal Tenenbaums

Author: reano

26.08.2011

18:39

By Rich Pellegrino

 

Around the world

Author: reano

26.08.2011

18:35

Think the opposite!

Author: reano

26.08.2011

18:31

Joy of Tech

Author: reano

22.08.2011

12:01

22.08.2011

10:41

06.07.2011

21:30

Baixaria inusitada

Author: sassini

06.07.2011

15:08

_tempestade

Author: reano

04.07.2011

14:18

houve outra noite de tempestade.
eu,  dominada pelo que fui
e não posso deixar de ser,
corri para fora
no meio da noite
e abri os braços para tocar os raios.

o céu e eu éramos um
(raios e braços,
água e olhos,
vento e respiração)

relâmpago girando pelo jardim -
foi outra vez assim.

depois dessa noite
veio de novo o destino brincar comigo.
convidou-me outra vez a dançar,
em volta do fogo,
a dança que muda tudo.

em volta do fogo o corpo se lembra:
a velha feiticeira é livre.

eu danço
confusa e encantada.

Por: Mercedes Gameiro

Tirado daqui: http://mgcaixapreta.blogspot.com/2011/05/tempestade.html

Good Music I Dance

Author: reano

04.07.2011

12:23

Sarcasm

Author: reano

02.07.2011

16:11

 

Tirado daqui: Serendipity

Metronomy – The Bay

Author: sassini

17.06.2011

18:45

Riot police and a kiss

Author: reano

16.06.2011

22:13

16.06.2011

15:20
Eu só queria ser simples de coração. Não pensar mil vezes nas mesmas coisas, não hesitar diante de uma oportunidade, não me importar com coisas pequenas, não decidir ser chato apenas para fazer valer minha opinião – quando meu espírito, mesmo beligerante, está mais para uma expressão pacífica da diplomacia.

Eu queria ser simples de coração, mas não sou. Sou impulsivo demais, desastrado demais, orgulhoso demais, retraído demais. Ofendido demais. Eu sou um reflexo daquilo que, durante muito tempo, eu não quis ser.

Aliás, parando para pensar com bastante justiça e discernimento, eu nunca pensei em quem eu era ou em quem eu queria ser. Apenas fui sendo formado, forçado, crescendo, errando, mentindo, omitindo, falseando, sonhando, contando. Apenas fui. E, hoje, sou.

Queria ser simples de coração porque os simples de coração não parecem se preocupar com as contas, apenas trabalham e as pagam, nem com a briga com a mulher que amam, apenas vão lá e dizem “ok, amor, podemos fazer de um jeito diferente, vamos pensar num juntos?”, apenas vão lá e escrevem, apenas vão lá e contam, apenas vão lá e vivem.

Os complicados de coração não têm a chance, sequer a chance de serem um dia simples de coração. É impossível para eles conseguirem imaginar que uma pessoa possa ser mais simples, não bater tanta cabeça por bobagem, não assumir coisas que não existem…

Os complicados de coração, ora, não o são por talento ou por vontade. São por que foram construídos assim. Ensinaram para eles que as coisas têm que ser do jeito deles, que meninas não andam sozinhas na rua depois das 22h, que azul é azul e acabou-se a história e passar a gostar de gatos quando a vida inteira os temeu e os odiou é um sacrifício imenso. Percebam que, mesmo eu sendo um assumido complicado de coração, não consigo encontrar exemplos que sustentem a lógica da coisa.

Cresci e crescemos com crenças absolutas e hoje quando lembro da minha mãe elogiando largamente minha inteligência e ressaltando a minha preguiça em aliar a esta um esforço por notas melhores, entendo de onde vem o meu ego inflado e minha preguiça. Ou o modo enrolado como eu resolvo algumas coisas. Ou a minha incapacidade de lidar com discussões sérias. Ou a minha ineficiência em ser organizado. Criei dentro de mim a necessidade de um pequeno caos constante que me alimenta e me aflige e assim produzo, penso, durmo, amo, vivo.

Quase sempre é muito difícil conviver com uma pessoa assim, complicada de coração. Mas pare e pense como é tão mais complicado sê-la. Como é tão mais complicado se odiar no segundo seguinte ao erro repetido. Como é tão mais complicado ser assim e [não] saber que pode ser de outro jeito.

Assim, e por já não ter muito mais o que falar, peço desculpas. Pelo tom de voz, pela empáfia, pela impaciência na espera, pela ironia, pelas coisas que disse e sustentei, pelas inseguranças bobas, pelas contradições, pela falta de tato, pelo sono absurdo, por parecer distante, por ser tão complicado. De coração, de mente, de peito. De tudo.

Tirado daqui: http://aidoutorquedor.wordpress.com/2009/05/29/eu-so-queria-ser-simples-de-coracao/